Você já ouviu falar em empréstimo com garantia de veículo? Sabia que é uma das mais vantajosas linhas de crédito oferecidas no mercado? Essa modalidade possui juros menores, só perdendo para o empréstimo com garantia de imóvel. Sendo o carro um bem muito comum entre os brasileiros, esse tipo de crédito com garantia está mais adequado à nossa realidade. De acordo com o IBGE, há cerca de 58 milhões de carros em circulação no Brasil. As baixas taxas de juros são possíveis devido à uma maior segurança da transação. A instituição financeira se sente mais segura quando o cliente oferece o carro como garantia.

O empréstimo com garantia de veículo também é conhecido como refinanciamento de veículos. Nele, você oferece seu carro ou moto para o banco ou instituição financeira como forma de garantia para ter acesso ao crédito com garantia. Desse modo, se o seu perfil for aprovado, é possível conseguir um crédito no valor aproximado do bem. Geralmente, o banco e as demais instituições financeiras oferecem de 50 à 90% em relação ao valor do veículo.

Taxas de juros a partir de 1,99%* ao mês

*Sem contar impostos

Visit
De R$2.500 até R$50.000

Taxas de juros do crédito pessoal variam de 1,9% a 9,90%

Dinheiro na conta em até 1 dia útil

Visit

Taxa baixinha, só 1,99%*

* Consulte CET no momento da contratação

Visit

Como funciona empréstimo com garantia de automóvel?

No empréstimo com garantia de veículo, o tomador procura um banco ou instituição financeira de sua confiança. Depois oferece o seu automóvel como garantia para ter acesso a uma linha de crédito. Certamente essa instituição já possui um setor responsável para essa modalidade. Após avaliar o valor do automóvel e o perfil do tomador, o banco vai informar o valor que pode cobrir em relação ao valor do bem. Esse valor pode variar dependendo do perfil do tomador e do automóvel oferecido. Quanto mais novo o carro, melhor a possibilidade de se conseguir um bom valor no crédito. Veículos com mais de 15 anos desde sua fabricação não costumam liberar o crédito com garantia. Os documentos do automóvel devem estar devidamente regularizados, assim como os documentos do tomador.

empréstimo com garantia de veículo

Após o fechamento do contrato, o automóvel fica alienado à instituição financeira. E não pode ser vendido até que seja quitado o crédito. É de suma importância que o cliente faça um bom planejamento financeiro para não correr o risco de perder seu bem. Isso mesmo. Se o crédito não for devidamente quitado, é possível que o solicitante tenha seu automóvel tomado pela instituição financeira. Com um bom planejamento financeiro, no entanto, o tomador pode usufruir de uma boa taxa de juros e um bom prazo para o pagamento, tendo acesso a um valor que pode servir como crédito, financiamento e investimento.

Quando devo fazer um empréstimo com garantia de veículo?

O empréstimo com garantia de carro é mais indicado para quem precisa de um valor que se aproxime do valor desse bem. Ou seja, o banco só vai liberar um valor de crédito condizente com o valor do automóvel oferecido. Desse modo, é importante que o interessado saiba que, nessa modalidade de crédito pessoal, o valor do crédito oferecido não vai ultrapassar o valor do automóvel. Após a fase da análise do perfil do solicitante e do automóvel dado como garantia, a instituição financeira deve informar o valor do crédito, que pode chegar a 90% do valor do bem.

Essa modalidade de crédito pessoal, apesar de geralmente liberar um valor baixo se comparado ao consignado ou ao empréstimo com garantia de imóvel, oferece um dos menores juros do mercado. É indicado para quem precisa de um pequeno valor para fazer frente a uma urgência. Ou mesmo quem queira um empréstimo de curto prazo, usufruindo assim de uma boa taxa de juros.

As condições oferecidas pelas instituições financeiras

No empréstimo com garantia de veículo é importante percebermos que as condições podem variar de uma instituição para outra. É possível, por exemplo, encontrarmos algumas poucas instituições que não exigem a alienação do veículo. Desse modo, o carro do tomador não necessariamente ficará alienado à instituição credora. Outra condição que pode variar bastante é o valor do crédito liberado em relação ao valor do veículo que, como já dito, pode variar entre 50 e 90%. Ademais, a taxa de juros deve sempre ser observada em qualquer modalidade de empréstimo.

empréstimo com garantia de veículo

É possível oferecer como garantia um automóvel financiado?

Sim, é possível. Nesse caso, temos o chamado refinanciamento. Se um cliente quiser oferecer um automóvel que ainda possui um financiamento sendo pago, ou seja, refinanciar veículo, é possível, mas há algumas restrições. Se o automóvel possui muitas parcelas ainda a serem quitadas, geralmente a instituição financeira não aceita como garantia. No entanto, se houver poucas parcelas restantes, é plenamente possível. É por isso que essa modalidade é também conhecida como refinanciamento de veículos.

Caso um refinanciamento no valor de R$20 mil seja aprovado, é importante que o tomador saiba que serão deduzidas desse valor as parcelas que restam. Ou seja, se no financiamento original do veículo houver uma dívida de R$3 mil, o cliente receberá R$17 mil e o veículo será refinanciado.

Empréstimo com garantia de veículo para negativados

Outra vantagem dessa modalidade de empréstimo é que pode ser a saída para quem está negativado. Com o oferecimento de um automóvel como garantia, o cliente negativado tem grandes chances de adquirir a linha de crédito. Isso porque a instituição financeira se sente mais segura quanto à transação, uma vez que se houver inadimplência, esta pode tomar o automóvel do tomador. Assim, com o oferecimento do automóvel, há um custo efetivo total CET menor em comparação à outras modalidades. É importante que se haja um planejamento, para que essa seja a chance ideal de “limpar o nome”.

Simulação do empréstimo com garantia de veículo

Vale sempre ressaltar como é importante realizar a simulação. Essa modalidade possui muitos detalhes, principalmente quando se trata de um refinanciamento de veículos simulação. Assim, o cliente não pode ficar no escuro, ele precisa comparar as taxas de juros e o custo efetivo total do financiamento original com o do refinanciamento. Precisa perceber com clareza as opções para tomar a melhor decisão, uma vez que uma instituição pode oferecer uma linha de crédito maior, mas com uma taxa de juros mais alta. Todos esses detalhes devem ser observados na simulação.

empréstimo com garantia de veículo

Perguntas frequentes